sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

VIVER

Soltar as amarras que prendem a alma
no invólucro do próprio corpo,
se atirar para a vida,para o mundo,
para dores e alegrias
incertezas e agonias,
liberdade e poesia,
simplesmente viver,sonhar,
dar asas a imaginação
voar,voar alto alcançar a imensidão,
sentir a brisa do vento
esvoaçando os cabelos,
o tom suave da música,
da música que o vento toca
embalando os ouvidos,
acalentando os sentidos,
sem nada temer...
apenas sonhando em viver!

Não tenha medo de espinhos
que vão surgir no caminho
e que possam te ferir...
feridas cicatrizam com o tempo,
e logo são esquecidas
mesmo as marcas que deixam
ficam esmaecidas
e depois desaparecem,
mas a liberdade de escolha
é você mesmo que a faz
valer a pena ou não,
manter-se preso a correntes
ou voar livre,leve e solto
na imensidão!

Por isso,solte-se,corra,dance
sorria,agarre o que puderes,
sinta o sentido da vida,
nunca perca a esperança
viva de bem com o mundo,
pense somente hoje,
ontem já é passado e amanhã...
amanhã não existe,pois
o quando o amanhã chegar
será hoje outra vez,
Se te chamares de louca,
sorria com altivez
de loucura em loucura
o mundo todo se fez!
se for pra recomeçar,comece tudo outra vez
e viva apenas,simplesmente
por ter prazer em viver!






Selma Coqueiro               17/02/2017                      Poetisamadora

Nenhum comentário:

Postagens populares