sexta-feira, 29 de novembro de 2013

CREPÚSCULO


O vento que vem do mar
esfria meu corpo inteiro...
Passeio só,pela praia,
contemplando o sol se pôr
numa nuance de cores
que faz a vista encantar,
até a luz mortiça do ocaso
finalmente se apagar!

Na escuridão que aparece
e toma conta do céu
uma a uma vão surgido,
pontinhos de luz de prata
no firmamento a brilhar,
são as estrelas,tão lindas!
que vem a noite aclarar.

Fico pasma a admirá-las...
tão belas e tão distantes!
me sinto tão pequenina...
como uma gota no oceano!
Perdida a devanear,ao enxergar tanta luz,
que só em noites mais densas se pode avaliar,
esqueço a vida lá fora,
nem sinto o tempo passar!

Olho pro céu,olho pro mar...
e não sei qual é o mais belo!
O céu cheio de luz clareia o mar,
o mar na escuridão reflete o céu!
e eu embevecida a contemplar
não sei quem sou...
pra onde vou,
sozinha ao léu!

As ondas lambem os pés descalços
na fina areia a caminhar,
não sei se fico com as estrelas no infinito,
ou se mergulho nas águas turbulentas
do mar que está a me esperar ...
até que amanhece um novo dia
e o sol com sua luz volta a brilhar!
tornando o mundo ainda mais bonito!

Então eu vejo que não estou sozinha,
como sempre imaginava estar...
pois, a me fazer companhia,
nas ondas em meus pés a deslizar,
eu vejo pousada sobre a areia
envolta em sua capa a dormitar
talvez sonhando como eu,um belo sonho...
Uma linda estrela do mar!




 Selma Coqueiro        29/11/2013
 poetisamadora

Nenhum comentário:

Postagens populares