terça-feira, 26 de novembro de 2013

ADEUS

Os dias e as horas passam...
a se arrastar lentamente!
Sigo na estrada da vida
Correndo tão loucamente
como se fosse atrás do ar
pra conseguir respirar...
Só com você tenho vida,
alegria,felicidade...
não tenho outro sentimento
a não ser sua saudade!
A tardinha na praia,a vagar sem sentido
ouço o sussurrar da brisa
gritar seu nome ao meu ouvido...
fico a olhar as andorinhas
pairando no firmamento,
na dança louca do vento,
e só me vem a lembrança
aqueles nossos momentos!
de paixão,êxtase,arrebatamento...
Quando me jurou amor eterno,
acreditei piamente...
e o que foi que me fizeste?
depois de tanto sofrer,
atiraste-me ao inferno!
Partiu sem dizer adeus,
nem sequer se despediu...
como se fosse voltar
e simplesmente ... sumiu!
como as águas correntes dum rio
que passam e não voltam mais,
assim também tu correste
e não voltaste, jamais!

Selma Coqueiro    
poetisamadora      26/11/2013

Nenhum comentário:

Postagens populares