quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

LIVRO ABERTO

Tal como um livro aberto
com as páginas ao sabor do vento,
são os dias de ócio e desperdício
do tempo passado sobre a terra
sem fazer aquilo que sonhar,
por medo de tentar e fracassar
pois só se erra,se realmente não tentar
fazer, mesmo sem pensar no que virá,
se por acaso,errar...
Para entender a vida
como se apresenta no momento,
é preciso se atirar de alma e corpo,
fazer da vontade uma arma,
fazer da coragem seu escopo!
Tal como o livro aberto,ou fechado!
é você que escolhe seu destino,
sua glória ou seu tormento...
Abre o livro e lê seu conteúdo,
ou deixa-o de lado,aberto ao sabor do vento!
Se fechado,nada nos sabe ensinar,
se aberto,o vento pode as páginas espalhar
arrancar da capa as folhas soltas,
e levá-las pra longe de onde está!
Leia tudo com os olhos da mente,
e saberá cada linha,cada estrofe,
cada conselho sábio e sempre útil
e então escolherá o seu caminho
baseado no conhecimento
que o livro,ou a vida,
como seu prêmio ou seu castigo ,
tristeza ou mesmo dor,
alegria ou tormento                              
seja lá o que for,
lhe deu  como ensinamento!
Se nas páginas que o vento levou
foi algum saber imprescindível
para se viver dignamente,
com honra e discernimento,
não se deixe abater...
saia por aí a procurar                          
encontre outro exemplar,
completo,sem folhas a faltar...
leia-o com os olhos do coração
e verá que tudo o que se aprende
tem seu motivo e sua razão
para saber aproveitar a vida,
e não viver simplesmente,sem saída,
como se a vida fosse uma prisão!

Selma Coqueiro      poetisamadora               22/01/14

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

CANÇÃO DE AMOR

Não se acanhe de dizer
"Amo você"!
Diga a todos que ama
o quanto os ama,
todos os dias,nunca canse de dizer,
todas as noites,"amo você"
reafirme seu amor enquanto pode...
nunca se sabe até onde vai poder!
Demonstre-o em pequenos gestos,
em carinhos e afagos
em massagens em seus egos...
faça-os felizes assim,
a felicidade que irá sentir,
com certeza,
será muito maior
que a felicidade que distribuir!
Essas simples palavrinhas
detêm imenso poder!
poder de sanar feridas
que jamais foram esquecidas...
poder de aquecer um coração
gelado pela indiferença
de quem não tem coração!
Diga eu te amo natureza,
que contem tanta beleza!
"Eu te amo" Deus!
que nos deu a natureza de presente,
que nos fez gente...
gente que ama,sofre,chora e se recupera,
gente que ri,ama e também sabe odiar,
que espera voltar a primavera,
que conhece quando a chuva vai chegar,
que dorme e desperta todo dia
cheia de esperança e de alegria!
E se a tristeza lhe afligir
sabe como a destruir!
Diga eu te amo sol,te amo céu,
te amo lua,nuvens que esvoaçam
enfeitando o firmamento como véu...
te amo flores,árvores,universo
animais,borboletas,passarinhos...
todo ser vivente sobre a terra,
pois quem ama nunca erra
em dar o seu amor,
seja pra quem for!
Diga "eu te amo" a tudo
que encontrar em seu caminho,
mesmo se tiver que andar sozinho!




sscoqueiro  15/01/14

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

FOLHAS AO VENTO

Sou como folha soltas
vagando em ondas revoltas,
vou pra onde elas me levam...
sempre acabo chegando ao destino
que o vento traçou pra mim.
Hoje aqui,amanhã quem sabe?
talvez numa praia deserta,
ou no fundo do oceano
afogada em meio ao abismo
profundo,indecifrável...
será só isto o que me resta?
E os sonhos que acalentei
quando ainda presa ao galho
da árvore que me criou,
do sol que me iluminou?
da chuva que me irrigou
e da terra que me alimentou?
Até poder entender
que a vida não é apenas sonhos,
que de sonhos não se vive,
que de sonhos não se morre...
Sonhos só acalentam a vida,
sonhos iludem a sorte,
Viver sem sonhar é triste,
viver de sonhar é morte!
Enquanto as folhas continuam
sempre levadas pelo ar,
ou são enterradas vivas
nas profundezas do mar
ou planam na imensidão
pra onde o vento as levar!
sscoqueiro      14/01/14

sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

PALAVRAS

Folhas escritas com sangue,
de um coração machucado...
as frases ditadas pela emoção,
pelo vento carregadas
e pelo céu espalhadas,
vão levando alegria,
tristeza ou melancolia...
depende de quem as colhe
num momento de euforia
ou de tristeza profunda,
daquelas que o peito esmaga,
que apaga o brilho do mundo...
os olhos plenos de água
lhe embaça,turva a visão...
não pode ler o escrito
de coração pra coração!
São as trapaças da sorte
que o destino deu a cada um...
Há os que amam sem sofrer,
e os que sofrem por amor,
mas,no fundo,cada ser
ou sofre e nada tem a dizer,
ou diz que vive pra sofrer!
Cada um vê o que quer
naquilo que está escrito...
as vezes palavras duras
tem sentido tão bonito!
enquanto palavras ternas
nos arremetem ao inferno!











sscoqueiro       03/01/2014

Postagens populares