domingo, 30 de março de 2014

MENTIRAS

Não penses que a mentira me consola...
parte em silêncio,será bem melhor.
Se tudo terminou a tua esmola
o meu sofrimento fará maior!

Não te condeno nem te recrimino,
tinha que ser,tudo passou,morreu
não posso contrariar o meu destino,
nem tu podes contrariar o teu.

Sofro,que importa? mas não te censuro,
o inevitável quando chega é assim...
se nosso amor não devia ter futuro,
foi bem melhor precipitar o seu fim!

Estranho é que a emoção quando se acaba,
chega inútil consolo ao triste fim...
Quando penso que ainda ontem,quem sabe?
tenhas sentido algum amor por mim!

Não procures mentir,compreendo tudo...
tudo por si justificado está,
não tens culpa se te amo,se me iludo
se a vida para mim é que foi má.

Parte,e que nunca alguém sofrer te faça
o que sofri com  meu imenso amor...
pensa que tudo passa,tudo morre,
que hei de esquecer-te seja como for.

Pensa que tudo foi uma tolice,
só mais tarde,bem sei,compreenderás
as palavras de dor que não te disse
e outras de amor,que não direi jamais!                  






Selma Coqueiro                       30/03/2014.

sábado, 1 de março de 2014

O TEMPO

Cada dia que passa
leva um pouco de mim!
Leva não sei pra onde...
um levar que não tem fim!
Quando eu era muito jovem
nem percebia que o tempo
passava tão de repente...
e sempre seguindo em frente
levava a cada dia
muito da minha esperança,
muito de minha alegria!
Agora que amadureci
e os sonhos realizei,
foi então que percebi
que o tempo passou e eu não vi...
tão ocupada estava
buscando o que não perdi,
que acabei perdendo mesmo
o tempo que não vivi...
correndo atrás do que queria
sem ter tempo de viver!
deixei pra trás as conquistas,
as coisas que consegui,
chorando as mágoas sofridas
por tudo que eu mesma deixei
pelas mãos escapulir...
De todos os bens que temos
o tempo é o mais precioso!
por isso mesmo é preciso
usá-lo com precaução,
cuidar com muito carinho
não levar a vida em vão,
pois ,quando um dia acordamos,
sem prestar muita atenção,
notamos quanta mudança
que o tempo e suas andanças
nos fez inúmeros insultos...
nos transformou em adultos!
não somos mais como ontem,
não somos mais jovens, então
estamos ficando velhos,
já somos quase anciãos!


Selma Coqueiro poetisamadora                      01/03/2014







Postagens populares