domingo, 20 de fevereiro de 2011

UM GRITO DE SOCORRO


Tal qual criança,sendo maltratada
impossibilitada de se defender,
que esperneia e grita a mais não poder,
para que alguém venha lhe socorrer!
Como essa criança,a natureza lamenta em tristes ais...
grita bem alto,no seu grito mudo
pede socorro para não morrer!

As queimadas e desmatamentos,
o solo,os rios,mares e arvoredos
que levam séculos p'ra desenvolver,
são devastados pelas mãos do homem
que faz num instante desaparecer...
     
      Os sinais que ela manda todo dia,
      de que está farta de tanto descaso,
      caem em ouvidos dos que estão surdos...
      que  nada faz para lhe socorrer...

São as enchentes,chuvas desmedidas,
sol inclemente,seca inesperada
tragédia após tragédia a revelia,
calamidade após calamidade,dia após dia,
que trazem medo,mesmo assim,inércia
de quem pode ajudar e não faz nada...

   A mão que pede ajuda para o infeliz
   que perdeu tudo na desolação,
   é a mesma que ergue p'ra matar a árvore,
   cuja raiz traz a sustentação,o amparo
   ao solo já tão desgastado...
   que não suporta mais outra erosão...  
   que causa mortes,que só traz tormentos,
   que chora alto a destruição!

      O refugo das cidades grandes,
      são despejados sem nenhum pudor
      nos rios,mares e mananciais
      destruindo,aniquilando tudo,sem nenhum amor,
      causando tanto dano...cada vez mais,
      a natureza revoltada emite seus sinais,
      de que o fim da era de fartura imensa,
      de verdes pastos,de abundância ímpar,
      chega ao seu fim,para jamais voltar!

      É o castigo que vem caminhando...
      não tendo pressa,mas que vai chegar!
      O que o homem destruiu é muito caro...
      e esta conta vai ter que pagar!...




      sscoqueiro                   20.02.11
     
  
  



   




sábado, 12 de fevereiro de 2011

ESTRELA

Nasceu tão bela quanto uma estrela,
olhos  azuis como safiras raras...
que o tempo transformou em verdes
como esmeraldas,preciosas,caras...

Camafeu engastado em joia fina,
rosto esculpido pelas mãos de artista,
invólucro perfeito,obra divina!
Chega a turvar o sentido da visão
de quem a ama,de quem a contempla,
num estupor mudo de admiração!...

A simpatia que se descortina
no rosto calmo de mulher já feita,
nos gestos simples,cheios de bondade,
a faz perfeita em sua mocidade!...

Mas se chegarmos para ver de perto,
com olhar atento,cheio de esperança,
vemos a jovem,mesmo assim adulta,
que traz no peito um coração criança!...







sscoqueiro           12.02.11                                                                  

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

GRILHÕES

Quando os tentáculos da velhice, como garras de aço vigorosas
nos seguram pelos braços,atam nossas pernas,
nos enchem de embaraço...
Tolhem nossos passos,
nos enclausuram nos confins da dor,
da solidão, da angústia,do amargor!
Para não pensar na agonia que o corpo padece,
na tristeza profunda que o espírito amortece,
soltamos a alma para a liberdade!
Para livrar da insanidade,a vida é sábia...
liberta a alma para viver sem medos,
contando alegre até seus segredos...
A contemplar a noite o véu escuro que o céu encobre,
quantas maravilhas ela alí descobre!
O luar sobre as ondas prateadas,
cantando odes para sua amada...
A brisa amena a sussurrar nos galhos,
cheios de gotas de suave orvalho,
ao sol poente ou no amanhecer,
com seus raios que a luz irradia,
trazendo cores para um novo dia,
dia de paz,de esperança,e alegria!
Quem se preocupa com a idade
quando se tem da vida só felicidade?
voando livre como as borboletas
adejando flores e mais flores?
quem se importa com suas dores?
numa casca já vazia
quando o corpo velho e tão cansado!
for repousar finalmente em terra fria...
Sua alma  livre,que livre voa
continuará a voar dia após dia...



sscoqueiro                       01.02.2011

Postagens populares