domingo, 30 de março de 2014

MENTIRAS

Não penses que a mentira me consola...
parte em silêncio,será bem melhor.
Se tudo terminou a tua esmola
o meu sofrimento fará maior!

Não te condeno nem te recrimino,
tinha que ser,tudo passou,morreu
não posso contrariar o meu destino,
nem tu podes contrariar o teu.

Sofro,que importa? mas não te censuro,
o inevitável quando chega é assim...
se nosso amor não devia ter futuro,
foi bem melhor precipitar o seu fim!

Estranho é que a emoção quando se acaba,
chega inútil consolo ao triste fim...
Quando penso que ainda ontem,quem sabe?
tenhas sentido algum amor por mim!

Não procures mentir,compreendo tudo...
tudo por si justificado está,
não tens culpa se te amo,se me iludo
se a vida para mim é que foi má.

Parte,e que nunca alguém sofrer te faça
o que sofri com  meu imenso amor...
pensa que tudo passa,tudo morre,
que hei de esquecer-te seja como for.

Pensa que tudo foi uma tolice,
só mais tarde,bem sei,compreenderás
as palavras de dor que não te disse
e outras de amor,que não direi jamais!                  






Selma Coqueiro                       30/03/2014.

Nenhum comentário:

Postagens populares