quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Insensatez...

Quando me vi em teus olhos
vibrou em surdina no peito
meu incauto coração,
senti que também me olhava...
sorriso bonito,olhares trocados
cheios de cupidez,
me perdi logo de amores...
fui tomada tolamente
pela tal insensatez!
Eu,que me sentia imune
a tamanha estupidez!

Meus pensamentos dominaste,
só te via aonde fosse
a me fitar com olhar tão doce,
na aridez dos dias meus
senti que te amava tanto
mais e mais eu me perdia,
aumentava a insensatez!

Nem teu nome perguntei,
coração não quer saber,
tu não perguntaste o meu...
fiquei sonhando em silêncio
acordada noite e dia,
meu coração junto ao teu
sem saber por onde ias
carregando os sonhos meus,

Por culpa dessa malvada
que transformou em paixão
o que foi um desvario
uma  cruel insensatez...
Amar sem dar algo em troca?pura ilusão!
nunca existiu
não é amor,é loucura
não cria raízes,nem alcança o coração!

Acaba se transformando
em doentia obsessão
mero objeto de desejo
abjeto,degradante,vil
carnal paixão,
pura sordidez...
tudo isso aconteceu
para atormentar os dias meus,
por me sentir intocável,
e muito além dos tentáculos
da cruel insensatez!




Selma Coqueiro
15/02/2017                                      Poetisamadora
                       

Um comentário:

Postagens populares