terça-feira, 26 de outubro de 2010

Solidão

Meus passos me arrastam...
prá onde?prá quem?
Estou sem rumo,sem prumo,não tenho ninguém...
O ontem se foi,o amanhã ainda virá,
na eterna rotina do universo,
o sol há de se levantar...e o ocaso,ao final  sobrepujará a luz solar,
A noite,a lua terá a companhia das estrelas,
os casais se amarão sob o luar...
e eu sozinho vou estar...
Para onde meus passos me levam?
gostaria de saber,pois ando a esmo,não reconhecendo a mim mesmo,
O meu desejo de ontem,hoje nada mais significa,
meus objetivos se tornam obsoletos assim que concretos...
Só a solidão permanece comigo.
O ontem que passou me levou para mais perto do fim,
O hoje que passa,me leva para mais longe de mim...
Quanta saudades tenho da alegria que a juventude irradia,
da felicidade que me perseguia...
Hoje tudo é saudade,solidão,nostalgia...
A juventude não volta,os erros não são perdoados,
os pecados não são esquecidos,
Eu caminho passo a passo para o fim da vida...
E,no fim de tudo,ainda sozinho,não tenho guarida,
Como eu gostaria de poder recomeçar... mesmo sozinho!!!                          sscoqueiro              26/10/2010

2 comentários:

Ta li ta .. táa ♪ disse...

Que bonito !

Amor feito Poesia disse...

Sempre Bem vinda!!

O amor pode florescer
e dar frutos ou florescer
e perfumar a saudade...

Valquiria Cordeiro

BOM FDS e Beijos Meus!M@ria

Postagens populares