quinta-feira, 13 de novembro de 2014

TRANSITORIEDADE

Não,não chore... novos sonhos,esperança,novos rostos
e a alegria não vivida,
dos anos que estão por vir
vão mostrar que o coração pode driblar o sofrimento,
e que os olhos podem
as próprias lágrimas iludir!
Não,não sofra... embora viva a confusão de seus problemas
o tempo não vai parar,nem andar atrasado...
O dia de hoje,que parece tão longo e tão amargo
breve estará esquecido,no passado!
Sem que possa prever,o que foi terreno firme
se transforma em areia movediça...
Não,não desanime...vá em frente,
contorne o lamaçal,
amanhã pode estar novamente
no alto do seu pedestal!
Sempre há um caminho,um atalho
que leva á realização dos sonhos,
Não,não desista...não deixe o ideal morrer
se agarre a ele como ostra a pérola,
como uma colcha de retalhos
agarrados uns aos outros,
até formar uma coberta quente e bela,
para as noites do frio proteger!
Viva,viva hoje... como se amanhã não existisse,
pois,pensando bem,amanhã realmente não existe
amanhã é hoje novamente,
com problemas e alegrias diferentes!



Selma Coqueiro  poetisamadora             13/11/2014

Nenhum comentário:

Postagens populares