sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

NUVENS DE CHUVA

Quando o céu se veste de luto,
e nuvens negras escondem o sol,
as flores,os bichos, os lagos,florestas
se enchem de risos,se enchem de festa,
a natureza se manifesta!
Os pássaros trinam,zumbem abelhas,
zumbidos felizes...
pois sabem que as lágrimas que caem das nuvens
em breve virá cair sobre a terra,
em lindas de gotas de chuva!
Chuva bendita,chuva abençoada,
chuva por todos tão esperada!
Chuva que enche os rios,
rios que enchem açudes,
açudes que irrigam jardins,
que molham lavouras,produz o sustento,
que faz a fartura de mantimentos...
fartura de água!
de água da chuva...que lava sujeiras,
que enche torneiras,
que mata a sede,a fome,a tristeza...
que traz alimento, alivia tormentos,
que molham os olhos
ardentes,queimando,
ardor sufocando,                                                            
tão secos do choro,de tanto  esperar...
de tanto rezar,
voltados pro céu
rogando a Deus
que caia na terra
o pranto das nuvens
em forma de chuva
pra sede matar!

Selma Coqueiro                                       poetisamadora
                                                                           14/02/2014


Nenhum comentário:

Postagens populares